Posted on

Mesmo com a diminuição dos casos positivos para a covid-19 no Distrito Federal, pessoas jovens continuam perdendo a batalha para o vírus. Nesta quinta-feira (5/5), a Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF) notificou a morte de uma jovem que tinha entre 30 e 39 anos. Além disso, outras duas mortes foram confirmadas. Elas acontecem entre fevereiro e maio, e todas as vítimas eram do sexo feminino.

Ao todo, 11.658 mil pessoas não resistiram e morreram desde o início da pandemia. Outro fator que segue preocupante é a taxa de transmissão. Pelo quinta dia seguido o índice subiu e chegou a 0,99 nesta quinta-feira (5/5). De acordo com informações do Boletim Epidemiológico, o índice viral estava 0,96 na quarta-feira (4/5), 0,95 na terça-feira (3/5), 0,92 na segunda-feira (2/5) e 0,84 na última sexta-feira (29/4).

O número atual é preocupante, pois segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), quando a taxa está acima de 1 isso demonstra que a pandemia está descontrolada. Desta forma, a taxa confirma que um grupo de 100 pessoas podem infectar outras 99 , no DF.

Novos casos

Em relação aos infectados, 193 novos casos positivos foram registrados nas últimas 24 horas. Assim, o total de contaminados na capital federal chegou a 697.373. Desde o início da pandemia, a secretaria contabiliza que mais de 621 mil são moradores do DF, 36 mil de Goiás, 9 mil de outros estados e 30 mil estão em investigação.

Já a média móvel de infecções está em 201, o que representa um aumento de 29% em relação a 14 dias atrás. Já a média móvel de óbitos está em 1,8 — isso representa uma queda de 50%, na comparação com o cálculo de 14 dias atrás.

Deixe uma resposta