Posted on

O aumento considerável acendeu o sinal de alerta nas autoridades de vigilância em saúde. Porém, os dados foram justificados. Mesmo assim a reportagem observou que em menos da metade do mês de setembro a pasta da saúde local apresentou em suas atualizações o aumento em dois dias consecutivos dos casos ativos da COVID-19 na cidade, que ultrapassou o aumento de 50%. O setor considera que a divulgação de resultados dos laboratoriais, que estavam em atraso, ajudaram no salto.

O município no último dia do mês de agosto apontava 148 diagnósticos de pessoas com o vírus ativo e com poder de retransmissão do coronavírus. E chegou a 225 infectados no dia 02 de setembro, aumentando 52%. Porém, nesta última atualização de sexta-feira, 11, mostra um declínio de 44% com 125 infectados. “Havia uma demanda reprimida de testes não divulgados nos laboratórios da capital. Por isso o aumento”, explicou Ana Laura, secretária de Saúde.

Iguatu mostra ainda um fôlego nas ocupações dos leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI). No primeiro dia do mês, a cidade contava com mais de 73,3% de ocupação das alas dispostas em três unidades de saúde, com 22 dos 30 ocupados. Hoje as unidades reguladas pelo estado apresentam 18 pacientes necessitando dos serviços especializados, ou seja, 60% da capacidade máxima.

Mortes

Número que não apresenta redução na cidade, o quadro de óbitos mantém uma média de três mortes por semana. Cerca de 75 pacientes já perderam a vida no enfrentamento ao vírus, chegando à letalidade de 2,7%. Quatro mortes foram somadas somente no mês de setembro. Agosto continua sendo o mês mais letal da doença com 19 mortes. Os dados podem sofrer alterações conforme os resultados dos testes das mortes sob suspeitas sejam divulgados.

No somatório de infectados contabilizados desde 22 de março, Iguatu chegou a 2.766 positivados. 2.567 pessoas conseguiram evoluir para cura, percentual de 92% do total de diagnosticados.

O post Setembro tem aumento de 52% dos casos ativos de COVID-19 apareceu primeiro em Jornal A Praça.